Prefeitura abre licitação de R$ 9,9 milhões para instalar radares em Sinop

Prefeitura abre licitação de R$ 9,9 milhões para instalar radares em Sinop

A prefeitura de Sinop publicou, esta manhã, no Diário Oficial do Estado o edital da licitação por meio de pregão presencial para contratar pelo menor preço global uma empresa especializada na prestação de serviços técnicos de engenharia e apoio na administração e gestão de trânsito, incluindo a locação, instalação, operação e manutenção de registradores de imagens (radares) nas vias do município. O valor estimado é de mais R$ 9,9 milhões.

Consta no documento que o credenciamento dos envelopes com as propostas de preços e de habilitação das empresas ocorrerá no dia 1º do próximo mês, às 13h30. Já a abertura está prevista para ser no mesmo dia às 14h.

A licitação é para atender a secretaria Trânsito e Transporte Urbano com a implantação de radares fixos de controle de velocidade, controle de restrição veicular, equipamento para avanço em semáforos, parada sobre a faixa de pedestres, controle de velocidade, registrador de velocidade portátil, sistema automático de leitura de placas.

A empresa vencedora da licitação também terá que instalar o Centro de Controle Operacional (CCO) com manutenção corretiva e preventiva de infraestrutura para comunicação de dados de 10 câmeras de vídeo.

Os locais de instalação dos equipamentos serão nas avenidas Júlio Campos, André Maggi, Alexandre Ferronato, Tarumãs, Itaúbas, Palmeiras, Joaquim Socreppa, Dom Henrique Froehlich, Figueiras, Foz do Iguaçu, Jatobás, Jacarandás, Ingás, Flamboyants e nas ruas das Caviúnas, Orquídeas, Avencas entre outras. Essas vias  foram escolhidas conforme estudos prévios realizados pela secretaria de Trânsito que serão validados de acordo com a resolução do Denatran.

De acordo a prefeitura, Sinop possui locais críticos onde os veículos trafegam com excesso de velocidade e desrespeitam o semáforo aumentando consideravelmente a insegurança. “Desta forma há a necessidade da municipalidade intervir nestes locais que apresentam grande demanda de veículos e fluxo de pedestres, pontos estes, onde existem escolas, hospitais, centros comerciais, habitacionais”.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Só Notícias/arquivo)

https://www.sonoticias.com.brhttps://www.sonoticias.com.br