Rondônia pede ao Denatran para emitir o CRLV Digital - FENASDETRAN - Federação Nacional das Associações de DETRAN

Rondônia pede ao Denatran para emitir o CRLV Digital

O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) informou que está se preparando para implantar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) eletrônico nos próximos meses. A medida é uma evolução do app que já tem a CNH Digital, que agora conta com o CRLV em um mesmo aplicativo, reunindo todos os documentos de porte obrigatório no trânsito.

A diretora técnica de veículos, Raissa Coelho, explica que o teste começou a ser feito no Detran de Brasília e está em andamento. “Nós de Rondônia, já fizemos a solicitação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para que nosso Estado fosse o próximo a entrar na fila para que a gente possa ter oportunidade de oferecer para nossos usuários o CRLVe eletrônico”, explicou.
“A informação que nós tivemos do Denatran foi que estão corrigindo algumas falhas do Detran de Brasília nesse processo experimental para que Rondônia ao receber possa oferecer o sistema sem ter problemas quando estiver disponível aos usuários”, disse a diretora dizendo que espera poder disponibilizar para uso em até dois meses.

Ainda de acordo com a diretora, o que compete ao Detran para que o CRLV seja implantado já foi feito. “Nós tínhamos que trabalhar nossas informações referentes ao CRVL atuais existentes na nossa plataforma estadual e dar carga como se tivesse aptos a uma transformação para o Denatran. Tudo isso é para que esses dados não fossem perdidos no momento em que for feito a transferência para essa nova plataforma”, esclareceu.

Qualquer pessoa poderá ter acesso ao CRLV segundo a diretora, mas desde que esteja devidamente legalizado junto ao Detran. Ainda não foi definido se irá cobrar ou não uma taxa por cada usuário. “O que paga hoje é apenas o anual, mas quando o proprietário estiver totalmente legalizado perante o Detran ele automaticamente poderá ter acesso ao CRLV eletrônico”, diz.

Analisando a nova plataforma, a diretora disse o objetivo é que os motoristas não tenham mais a obrigação de andar com o documento em mãos evitando extravio. “O CRLV eletrônico veio para facilitar nossas vidas porque muitos documentos eram perdidos, mas quando tiver disponível os motoristas vão poder baixar o aplicativo e ao ser parado em alguma blitz ele vai apresentar no celular”, finalizou

Fonte:https://www.rondoniagora.com