Nova placa padrão Mercosul é lançada pelo Detran-RJ - FENASDETRAN - Federação Nacional das Associações de DETRAN

Nova placa padrão Mercosul é lançada pelo Detran-RJ

Modelo branco e azul, quatro letras e três números, possui QR Code para evitar clonagem de veículos

As novas placas de veículos no padrão do Mercosul foram lançadas na manhã desta terça (11) pelo Detran-RJ (Departamento de Trânsito do Rio). O Estado do Rio será o primeiro do país a usar a nova identificação veicular, que possui um QR Code para diminuir chances de clonagem e aumentar a segurança do usuário. A troca não é obrigatória para todos os veículos. 


O lançamento teve as presenças do ministro das Cidades Alexandre Baldy, do governador do Rio Luiz Fernando Pezão e do presidente do Detran-RJ, Leonardo Jacob. Cidadãos fluminenses já podem ter acesso ao novo modelo, de acordo com as resoluções 729 e 733 do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), segundo informações divulgadas pelo Detran-RJ.

"É uma nova etapa que vai gerar segurança e a possibilidade de se encerrar, esperamos nós, definitivamente, as fraudes e clonagens. E posteriormente, [queremos] buscar o monitoramento de peças de veículos furtados e roubados para que consigamos dar respostas à população", explicou Alexandre Boldy, segundo a Agência Brasil.
 

Os donos de veículos que quiserem trocar a placa voluntariamente ou realizar operações que envolvem as novas placas já receberão o modelo Mercosul. As operações são: emplacamento de carros zero quilômetro, transferências de propriedade, de jurisdição e de município, alteração de categoria do veículo e troca de placas danificadas.

Diferentemente das tradicionais de cor cinza, a nova placa é azul e branca e possui quatro letras e três números. Ela vem com um código único com todos os dados de confecção da placa, como fornecedor, data, ano e modelo de fabricação. Ela também é rastreável por meio de um aplicativo que ainda será disponibilizado pelo Denatran. Além do QR Code, o modelo do Mercosul ainda possui outros itens de segurança que poderão ser ativados posteriormente, como um chip de dados variáveis.

A nova placa custa R$ 219,35, o mesmo valor das placas atuais. A mudança é necessária apenas para os carros novos, que ainda serão emplacados, e para os veículos com troca de propriedade, de domicílio e de alteração de categoria. Entretanto, quem desejar, já pode adquirir o novo modelo voluntariamente.

Fonte:https://www.destakjornal.com.br/