MPE quer explicações do Detran sobre demora na realização de testes práticos - FENASDETRAN - Federação Nacional das Associações de DETRAN

MPE quer explicações do Detran sobre demora na realização de testes práticos

Testes práticos têm demorado cerca de três meses, segundo relato de autoescolas 

FOTO: Assessoria

Segundo promotor, candidatos têm esperado até três meses para a realização de exame

O promotor de Justiça Sidrack José do Nascimento declarou, na tarde desta segunda-feira (27), que vai convocar o diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), Antônio Gouveia, para explicar a demora na realização do teste prático, exigência para a aquisição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A demora, segundo relato de autoescolas, tem alcançado até três meses. 

A morosidade foi denunciada pela diretoria do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado de Alagoas (SindCFC-AL) e representantes destas empresas, também conhecidas como autoescolas. 

Eles afirmam que os futuros motoristas, após a conclusão das aulas teóricas e práticas, têm esperado muito porque a banca examinadora seria composta por apenas de 19 pessoas, o que justificaria a lentidão do processo.

Após a reunião, o promotor de justiça afirmou que irá conhecer, in loco, o funcionamento da banca examinadora. 

"Juntos, encontraremos uma solução para esta situação. Vamos conhecer como funciona esta banca, buscando saber, por exemplo, quem pode integrá-la. Também ouviremos o diretor-presidente para que ele diga o que está acontecendo e quais alternativas podem ser apontadas. Depois disso, caso alcancemos uma saída amigável, teremos que judicializar a questão. Antes, contudo, esgotaremos todas as possibilidades", disse Sidrack. 

http://gazetaweb.globo.com