Curso Avançado de Pericia em Acidentes de Trânsito - FENASDETRAN - Federação Nacional das Associações de DETRAN

Curso Avançado de Pericia em Acidentes de Trânsito

Fazer Inscrição

Local do curso

Hotel Red Roof Inn Curitiba

Endereço: Av.Visconde de Guarapuava , 2016 - Centro, Curitiba - Paraná,


Data

23, 24 e 25 de março 2017


Carga Horária

30 horas ( 3 Dias )


Horário das Aulas

Das 08:30h. ás 12:00h. e das 13:30h. ás 18:00h


A Inscrição da Direito

  • Kit com pasta, bloco e caneta
  • Coffe Breack - à tarde às 15:30h
  • Certificado de conclusão no curso
  • Material do curso

Investimento

790,00 (Setecentos e noventa reais)


Formas de Pagamento


Depósito ou Transferência Bancária
Banco: Bradesco
Ag: 1425-7
C/C: 18.4766-0
FENASDETRAN- Federação Nacional das Associações de Detran

Órgãos públicos através de empenho Contato: 71 3272 1081 ou e-mail: fenasdetran@fenasdetran.com.br


Observação

Ao realizar o pagamento, gentileza enviar comprovante de deposito via e-mail: fenasdetran@fenasdetran.com.br


Objetivo do Curso

Com objetivo de fornecer aos participantes, subsídios teórico-práticos em áreas relacionadas com o trânsito, visando sua capacitação e aprimoramento de procedimentos frente às perícias de Acidentes de Trânsito.


Conteúdo programático

1. Introdução aos acidentes de trânsito

  • 1.1 Conceito
    • Conceito clássico
    • Conceito Sistêmico
  • 1.2 Estatísticas de Acidentes de Trânsito
    • Problemática
    • Realidade Brasileira
    • Índices Acidentológicos
    • Relatório Policial (B.O.)
  • 1.3 Sobre as Estatísticas de Acidentes de Trânsito
  • 1.4 Características dos Acidentes de Trânsito
    • Eventos inesperados
    • Eventos com curto intervalo de tempo
    • Eventos de mortes violentas com baixa média de idade
    • Eventos complexos
    • Evento de locais não preservados
  • 1.5 Níveis de Investigação em uma Análise Individual de Acidentes de Trânsito Segundo J. Stannard Baker
  • 1.6 Fatores Causais Intervenientes
  • 1.7 Modelos de Análise de Causas de Acidentes de Trânsito
    • Modelo Mecanicista
  • Modelo Mecanicista de Análise de Causas de Acidentes de Trânsito DNER - GEIPOT – DAER (Panitz)
  • Modelo Sistêmico
  • Modelo Sistêmico de Análise de Causas de Acidentes de Trânsito AUSTROADS (Panitz)
  • 1.8 Um Enfoque a Respeito de Causas de Acidentes de Trânsito
    • Causas Subjacentes
  • 1.9 Uma Classificação de Causas de Acidentes de Trânsito
    • Objetivas, Imediatas ou Diretas
    • Subjetivas ou Indiretas
  • 1.10 Sobre o Fator Causal Humano dos Acidentes de Trânsito
  • 1.11 Sobre o Fator Causal Veicular dos Acidentes de Trânsito
  • 1.12 Sobre o Fator Causal Viário-Ambiental
  • 1.13 Medidas Preventivas Eficazes em Acidentes de Trânsito
  • 1.14 Programa de Prevenção em Acidentes de Trânsito
  • 1.15 Ações Preventivas
  • 1.16 A Prioridade da Segurança no Trânsito
  • 1.17 Visão Genérica das Provas em Acidentes de Trânsito
  • 1.18 Peças de Interesse em Acidentes de Trânsito
  • 1.19 Fases de uma Perícia de Acidentes de Trânsito
    • Constatação
    • Avaliação
    • Conclusão
  • 1.20 Possibilidades de uma Perícia de Acidentes de Trânsito
  • 1.21 O Papel da Perícia em Acidentes de Trânsito
    • Papel convencional
    • Papel preventivo

2. Levantamento do local de acidente de trânsito

  • 2.1 Processualística Perícial
  • 2.2 Procedimentos Iniciais a serem adotados
  • 2.3 Metodologias de Medição
    • Medição por Coordenadas Cartesianas
    • Medição por Triangulação
  • 2.4 Croquis
  • 2.5 Prioridade de Perpetuação dos Vestígios
    • Dados urgentes
    • Dados adicionais
  • 2.6 Determinação de Raio de Curvatura
  • 2.7 Determinação da inclinação da via
  • 2.8 Equipamentos para o levantamento de local
  • 2.9 Levantamento fotográfico do local

3. O fator viário - ambiental dos acidentes de trânsito

  • 3.1 Identificação do local (endereço)
  • 3.2 Caracterização do local (descrição)
    • Elementos da via
    • Tipos de superfícies de rolamento
    • Sinalização
    • Iluminação artificial
    • Regime de tráfego
    • Preferência de passagem em cruzamentos
  • 3.3 Situação do local
    • Condições físicas do pavimento
    • Defeitos do pavimento
    • Visibilidade (restrições físicas)
  • 3.4 Vestígios Presentes no Local
  • 3.5 Aspectos ambientais

4. O fator veicular dos acidentes de trânsito

  • 4.1 Identificação dos veículos: placas de identificação e VIN (nº chassi)
  • 4.2 Caracterização dos veículos: tipo, marca, modelo e cor predominante
  • 4.3 Sede (localização) das avarias
  • 4.3 Intensidade das avarias
  • 4.4 Tipificação das avarias
  • 4.5 Conformação das avarias
  • 4.6 Orientação longitudinal, transversal e vertical das avarias
  • 4.7 Direção Principal de Orientação da Força (DPOF)
  • 4.8 Avarias induzidas
  • 4.9 Diagnose de contato com corpo rígido/semi-rígido
  • 4.10 Deposição de tintas e de outras substâncias
  • 4.11 Falência de pneumáticos
  • 4.12 Desgaste dos pneumáticos (bandas de rodagem
  • 4.13 Marcas de esfregadura, inclusive em cintos de segurança
  • 4.14 Marcas biológicas
  • 4.15 Fraturas e oxidações das lâmpadas dos faróis
  • 4.16 Atritamentos característicos de arraste nos pneumáticos
  • 4.17 Fraturas de componentes veiculares com potencial para causar o evento (análise metalográfica macrográfica e/ou micrográfica e das fraturas)
  • 4.18 Dimensões (gabarito dinâmico) e massa dos veículos
  • 4.19 Discos-diagrama, instalações e aparelhos de tacógrafo
  • 4.20 Consolidação da carga transportada
  • 4.21 Operacionalidade de sistemas veiculares eletromecânicos
  • 4.22 Interações Veiculares
  • 4.23 Descrição das Avarias (Ex: Embate entre Kadett x Opala)
  • 4.24 Princípios de Dinâmica Veicular
  • 4.25 Acidentes de Trânsito com Caminhões
  • 4.26 Análise, Leitura e Interpretação de Discos de Tacógrafo
  • 4.27 Características da lâmpada
  • 4.28 Incêndio em Veículos em Acidentes de Trânsito

5. O fator humano dos acidentes de trânsito

  • 5.1 Participantes do fator humano
  • 5.2 Tempo de P.I.E.V
  • 5.3 Tempos Mínimos de Reação
  • 5.4 Manobra Evasiva (Evasive Action)
  • 5.5 Conspicuidade
  • 5.6 Cadeia de Pontos Acidentológicos
  • 5.7 Perinecroscopia
  • 5.8 Tipos de Lesões
  • 5.9 Mecanismos de Lesões em Acidentes de Trânsito
  • 5.10 Atropelamentos
  • XXX
    • Conceito
  • Características
  • Exame do local
  • Exame do veículo
  • Exame das lesões
  • O pedestre segundo Eubanks
  • Trajetórias Típicas dos Atropelados
  • Projeção Frontal (Forward Projection Sequence)
  • Montagem Sobre o Capuz (Wrap Sequence)
  • Volta Sobre o Pára-lama (Fender Vault Sequence)
  • Volta Sobre o Teto (Roof Vault Sequence)
  • Salto Mortal (Somersalt Sequence)
  • Estimativa de Velocidade do Veículo Atropelador

Público Alvo

Este curso destina-se a qualquer pessoa que tenha interesse em aprofundar no estudo de Pericia de Acidentes de Transito. Algumas áreas de atuação certamente aproveitarão muito o conteúdo. Dentre elas poderemos destacar

a) Órgãos Municipais de Trânsito:

  • Agentes de Trânsito,
  • Engenheiros/Arquitetos da prefeitura,
  • Departamentos de Trânsito.

b) Órgãos Estaduais de Trânsito:

  • Policiais Militares,
  • Departamentos de Trânsito,
  • Servidores públicos dos Detran,
  • Peritos Criminais,
  • Polícia Civil,
  • Engenheiros de tráfego.

c) Órgãos Federais:

  • Polícia Rodoviária Federal,
  • Polícia Federal,
  • Departamentos de estradas.

                 

d) Órgãos Municipais:

  • Departamentos operacionais,
  • Guardas Municipais,
  • Engenheiros,
  • Integrantes do setor de transportes.

 

e) Empresas com grandes frotas:

 (Transportadoras, Empresas de Ônibus, Distribuidores)

  • Responsáveis de frotas,
  • Áreas de sinistros,
  • Gestores.

f) Centro de Formação de Condutores

  • Gestores
  • Instrutores de treinamento
  • Demais integrantes dos centros de formação de condutores

g) Ramo segurador:

  • Corretores de seguros,
  • Empresas de regulação, vistoria e perícia,
  • Departamentos de sinistros.

h) Montadoras de veículos:

  • Engenheiros de desenvolvimento, pós-venda, qualidade,
  • Técnicos de Segurança no Trabalho.

i) Especialista na área de saúde:

  • Fisioterapeutas,
  • Médicos.

j) Outros:

  • Magistrados,
  • Promotores,
  • Advogados,
  • Acadêmicos e bacharéis em Direito,
  • Profissionais liberais,
  • Integrantes do setor de transportes,
  • Examinador,
  • Vistoriador,
  • Revendedores de automóveis,
    • Peritos.
    • Concessionárias de rodovias privatizadas.

Informações

Telefone: (71) 3272-1081 (71) 3116-2363
E-mail: fenasdetran@fenasdetran.com.br

Reservas de Hospedagens

Telefone:


Fazer Inscrição

FACILITADOR

Engenheiro Mecânico CREA 82.641-D (PUCRS); Pós-graduado em Engenharia de Segurança do Trabalho e em Engenharia de Avaliações e Perícias; Perito Criminalístico; Perito Judicial; Especialista em Acidentes de Trânsito em Caráter Excepcional; Instrutor de Perícias em Acidentes de Trânsito da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça; Professor de Acidentes de Trânsito e de Engenharia Forense no curso de Pós-graduação em Perícia Criminal; Pesquisador em Acidentes de Trânsito e em Incêndios em Veículos, Facilitador do Curso Avançado de Perícia em Acidentes de Trânsito da FENASDETRAN; Co-autor do livro Dinâmica dos Acidentes de Trânsito - Análises, Reconstruções e Prevenção, 3a edição, Editora Millennium (2009).


Politica de cancelamento

Por parte do participante

Caso seja solicitado o cancelamento após ter efetuado o pagamento da inscriçao, não haverá reembolso. Só aceitaremos subistituições e transferência, devidamente autorizadas por escrito através de e-mail ou fax no prazo de 72 horas da data de inicio do curso. O não comparecimento do participante no curso, não implica no direito da devolução do valor pago pela inscriçao.


Por parte da FENASDETRAN

A FENASDETRAN se dá o direito de não realizar o referido curso caso não haja a quantidade mínima de 20 participantes, com o prazo de 72 horas antes do inicio do curso.